30abr2010

As regras que eu não sigo

Dizem que, nos convites, você coloca o nome e sobrenome do homem e “Família”. Tipo: Sr. Tom Cruise e Família.

Não segui! Minha irmã é minha irmã e coloquei o nome dela + “Família”, e não o do marido. Minha referência na família dela é ela. O mesmo fiz com amigas cujos acompanhantes não conheco. Nome delas na frente, nos casos em que estão com namorado que eu nem conheco ainda!

Também dispensei as formalidades nos convites de pessoas íntimas. Chamo minha amiga de Claudinha a vida inteira, não dava pra colocar “Claudia” no convite. Muito menos “Sra. Claudia”. Em geral, segui o bom senso. Escrevi nos convites a forma como chamo meus convidados no cotidiano. Sem muita regra.

A verdade é que regras existem como forma de orientacão para casos de dúvidas, e isso é bom. Mas elas não são uma lei absoluta irrevogável!

Devo cumprimentar todas as pessoas da festa? Bem, se eu “tenho que” eu não sei, mas vou querer, né? Questão de bom senso. Afinal, se eu convidei, não faz sentido elas irem embora sem nos falarmos. Pior, não faz sentido elas irem embora sem me cumprimentarem! Tem etiqueta para noivos, mas também tem para convidados, não podemos esquecer!

Ai, é tanta regrinha! E até onde não tem regrinha, parece que as pessoas procuram regrinha! Até inventam onde não tem, fazem questão de padronizar quando poderiam personalizar. E perdem a chance de desenvolver uma coisinha que todo mundo deveria desenvolver, não só nos preparativos do casamento, mas também na vida: o bom senso.

Com bom senso fica fácil tomar decisões. Na dúvida, basta se colocar na posicão de convidado. Você provavelmente já esteve em mais de um casamento na vida. O que agradou? O que não agradou? O que foi indiferente? Em quantas coisinhas você está pensando agora nas quais você nem repararia se fosse convidada? Partindo do princípio de que somos mocinhas finas e educadas, dificilmente você vai errar.

E vocês? Que regrinhas dessas pré-estabelecidas vocês não seguiram e não pretendem seguir?

Bjs, Jane

ps. meu dia está chegando!

14 comentários {Adicione o seu »}

  1. Rita

    30 abril 2010

    Exatamente como voce, decidi faz tempo que o meu convidade é a pessoa da minha famila, e minha familia é de mulheres, portanto, sera “prima x” ou “tia x” e familia, e obvio, o mesmo com as minhas amigas, elas sao amigas, os namorados ou maridos vem de acompanhante :)

    E no final das contas muuuuito machista essa tradicao de sr fulano sempre né nao?

    Responder
  2. Kellen Turci

    30 abril 2010

    Eu fiz a mesma coisa. Coloquei o nome da “minha irmã e família”… E de quebra comprei briga com o cunhado! rs. Eu e meu marido recebemos dos nossos melhores amigos um convite com “Kelinha & Guti” e achei mega fofo, pois é a forma que eles nos chamam. Então optei por fazer o mesmo no nosso casamento. Fica carinho e original!
    Beijos

    Responder
  3. Natália França

    30 abril 2010

    Jess, gostaria de me apresentar primeiro. Prazer, e como você pode ver meu nome é Natalia.

    Sou uma leitora do seu blog meio “agente secreto”, sempre leio no local onde trabalho, então as vezes não consigo postar comentários. Mas tenho a intenção de mudar isto de agora para frente.

    Acho fantástico todos os posts que você coloca e todas as dicas também.

    Em relação ao assunto das regrinhas, sou quase que extremista neste assunto. Penso que no casamento não se deve seguir regras, porque ele deve ser de acordo com o que o casal quer, como eles são, e repassar com a cerimonia e festa, ou comemoração (depende do que cada casal fará) o que o relacionamento dos dois são. Quanto a seguir regras, acho que deve-se ter um padrão adequado de educação, como você mesma colocou: Cumprimentar os convidados de sua festa é o mínimo.

    Acredito que quanto mais personalizado o casamento, mais marcante ele será e se tornará especial!

    beijos e fica na graça,

    Responder
  4. Carol

    30 abril 2010

    Esses dias eu recebí um convite e no envelope estava:
    Aos Queridos amigos Ric & Carol.
    Esse ‘queridos amigos’ achei que fez toda a diferença. Os meus estou também fazendo assim.

    Responder
  5. Taiana Sarmento

    30 abril 2010

    Ótima idéia, adorei! Muitas formalidade as vezes não fica bonito. Afinal as pessoas são especiais, cada uma a seu modo.
    Salvador-BA

    Responder
  6. carola duarte

    30 abril 2010

    Adorei seu blog!
    Estou seguindo!
    Visite e siga o meu tb!
    http://www.caroladuarte.com
    Beijo=)

    Responder
  7. DANIELA DA SILVA E OLIVEIRA

    30 abril 2010

    Eu tb me casei e nos convites de amigos por exemplo que coloquei ” ao amigo fulano de tal” acho que ficou bem bacana, das pessoas mais velhas eu coloquei “senhor fulano de tal e senhora”, por que tinha amigos dos meus pais e dos pai do noivo. Nos convites dos padrinhos eu coloquei ” ao querido padrinho ou madrinha e coloquei o nome”
    Bom, espero que tenha ajudado… bjos Dani.

    Responder
  8. Elisa

    30 abril 2010

    Jess,
    Eu sou contra vááárias formalidades e regras no meu casamento. Não pra ser do contra, mas é porque não combinam comigo.
    Todos os meus convites serão assim também, com direito até à “minha querida Dindinha” (até meu noivo chama ela assim!)
    Enfim, a última “regra” absurda que ouvi foi numa loja de ternos:
    Vendedor – Você poderia dar de lembrancinha para os padrinhos essa gravata, que combina muito bem com o cravo vermelho.
    Eu – Cravo vermelho?! Porque com cravo vermelho!?
    Vendedor – Porque o noivo TEM-QUE entrar com cravo branco e os padrinhos TÊM-QUE entrar com cravo vermelho
    (engoli minha fúria e indignação e perguntei)
    Eu – Nunca ouvi falar nisso… Vc sabe de onde tiraram essa “tradição”? (eufemismo para tolice)
    (eis que inusitadamente ele saca minha maior decepção)
    Vendedor – Daqui: “O GUIA DO CASAMENTO”
    Daí em diante foi só barbaridade me aparecendo, peguei meu noivo pelo braço e saí da loja pra nunca mais voltar!
    É cada pérola, viu!?!
    Bjs pra você!

    Obs: adoro seu blog! acompanho t-o-d-o-s os dias… Só não comento mto pq sou tímida :)

    Responder
  9. Yve

    30 abril 2010

    Estou terminando de entregar meus convites, me caso em junho, eu fiz exatamente como vc, nome da esposa e familia, pq a minha amiga é a esposa ueh! amigos como neto, fred, lucinha, a vida inteira foram assim não teria com colocar edson, frederico e maria lucia sabe? casamento pra mim é feito de pessoas queridas, e conforme fui entregando os convites vi que elas ficavam mais felizes por eu ter as chamado com a mesma intimidade de sempre. bjux

    Responder
  10. Jessica Scaléa

    30 abril 2010

    A primeira das regras que quebrei foi ter entrado com a minha mãe. Tive uma tia que ficou revoltada! Ela falava “que ia ser ridículo, que ia parecer um circo, que eu tinha tantos tios e primos, e porque não entrava com um deles?”

    A outra foi nessa questão dos convites. Também coloquei primeiro o nome da pessoa que tinha mais intimidade e sempre acompanhado de um “querido(a) amigo”, “querido(a) tio”, querido(a) padrinho (madrinha) quando tinha essa intimidade com a pessoa. E aliás, diga-se de passagem que, desde que me casei, odeio receber convites no nome do meu marido acompanhado do “e Senhora”!

    Já cumprimentar todo mundo aconteceu de forma muito natural. Era só ir passando pra circular que todo mundo já vinha mesmo. Não vejo necessidade de fazer uma fila enorme para esperar os convidados, até porque ninguém merece ficar em fila.

    Outra coisa foi o cardápio. Não tive mesas de buffet. Primeiro porque não gosto de fila pra pegar a comida, segundo porque quem come demais fica empanturrado e não dança a noite toda. Daí contratei serviço de empratados e o buffet serviu o coquetel e pequenas porções de comida a noite toda. Muita gente, inclusive minha mãe, ficou me criticando antes, dizendo que ia todo mundo passar fome e nada disso ocorreu.

    Responder
  11. Ju

    01 maio 2010

    Eu também não segui! Eu usei como referência a pessoa que tenho mais contato! bjus

    Responder
  12. Larissa

    01 maio 2010

    Oi Jess!! Ai adoooroooo seu blog, mas dificilmente deixo recadinho.

    Bom no meu casamento fiz que nem você! Para as amigas intimas e colocava o apelido, e também colocava o nome delas e Família, ou quando era só uma e o marido eu colocava o nome dos dois, sem Sr e Sra. Acho mais gostoso.

    Quanto a cumprimentar, no começo eu não queria, depois achei necessário, afinal o pessoal também esta lá para prestigiar vocês, e não só para comer né? ahhaahha. Então arranje um momento sim e cumprimente todos, eu consegui fazer isto antes de servirem o jantar. Foi ótimo, todos adoraram né? E ainda dá tempo de sentar e comer sem ficarem indo na sua mesa.

    Outras coisas que fiz no meu casamento foi fazer uma coreografia na nossa dança, colocamos uma música lenta, e no meio comecou a tocar “i like big butts” do Mc hammer (aff que velha! hahaah), fez o maior sucesso!
    E como minha familia é russa, e nós bebemos muita vodka e brindamos toda hora, combinei com a banda e mudamos uma música famosa que ficava mais ou menos assim “vodka, queremos vodka, queremos vodka”….e toda hora que tocava essa música o pessoal tinha que correr pra mesa de vodka (nós que fizemos os sabores da vodka), pegar um copinho e brindar! Foi sensacional!

    E depois de jogar o buque, fizemos uma brincadeira com os homens, que tinham que dançar kalinka (uma música russa), e quem dancasse melhor ganhava uma garrafa de vodka. hahah não preciso nem dizer que o pessoal já nem ficava mais em pé né?

    Mas é isto querida, tenho certeza de que o seu casamento vai ser super gostoso. Faça o que o seu coração manda, não siga muitas regras, e claro, invente coisas que tem a cara de vocês. Tenho certeza de que vai ser um sucesso!

    Beijinho,
    Larissa

    Responder
  13. Maria Isabel

    02 maio 2010

    Apoiadíssima!!!!! As regras são para ajudar e não para ‘enrijecer”, para nos enquadrar! Fala sério…

    Responder
  14. Queila

    04 maio 2010

    Com certeza! Casarei dia 05/06/2010. E ainda não consegui entregar todos os convites (mas faltam poucos). E nos meus tb coloquei “Ao amigo../amiga” etc, nome da pessoa que tenho mais intimidade, e também não coloquei sobrenome.. essas coisas, ficou mais informal, mais descontraído, mais a minha cara e mais a cara da festa. Em alguns, até apelido teve, devido ao fato de não sabermos mesmo o nome exato da pessoa, por chamar a vida toda pelo apelido, e assim foi, e na hora que o convidado recebeu o convite, amou, achou graça, foi bem divertido. Teve um outro, que coloquei o nome, mas na hora que leu, nao gostou, perguntou o pq de eu nao ter colocado o apelido, rs, que na verdade é apenas um nome carinhoso que apenas eu o chamo, mas que sentiu falta. O legal é vc convidar pessoas que vc realmente quer que estejam ao seu lado no momento que será tão especial da sua vida, isso que vale, ter pessoas queridas ao seu lado! Bjs

    Responder

Comentar

* Campo requerido