17jul2017

Casamento | Quer levar seu cachorro para o casamento? Isso é possível no Sítio São Jorge

Se vocês são aquelas noivas que consideram o animal de estimação um membro da família, faz parte que queiram a companhia e participação dele no grande dia. Muitos locais não permitem a entrada e permanência dos pets, mas no Sítio São Jorge seu bichinho é muito bem vindo!

A moda chegou para ficar e tem atraído noivas que optam por casamento campestre e ao ar livre e assim ter seu cão como acompanhante ou pajem. A ideia é realmente muito fofa, e hoje, quem nos dá dicas de como ter o cãozinho como destaque no grande dia é a equipe do Grupo São Jorge.

pets em casamentos

Imagem: Reprodução Instagram/Rosa Mecânica

Dica 1 –   Fique de olho no ambiente dele!  O cachorro deve ser acostumado com diversas pessoas diferentes e ser naturalmente comportado, caso contrário pode estranhar o ambiente e colocar todo o cenário a perder. Se seu cão não é acostumado com tumulto, recomenda-se e um adestramento especial para esse momento.

Dica 2 – Faça ensaios que reproduzam os cenários antes, assim não corre o risco do cachorro travar ou comprometer a beleza da cena.

cachorros na cerimonia

Imagem: Cortesia Assessoria Grupo São Jorge

Dica 3 – Na igreja não! Exceto em algumas igrejas de São Francisco de Assis, o protetor dos animais, em sua maioria as paróquias não permitem que o animal participe da cerimônia.
    

Dica 4 –  O animal pode aparecer de diversas maneiras na cerimônia. A forma mais comum é o cachorro atuar como pajem e entrar com as alianças, presas na coleira ou numa caixinha no dorso. Tem também a opção do bicho ser treinado para segurar, na boca, uma cestinha com as alianças.

Dica 5  Na coleira é sempre a melhor opção, além de evitar acidentes é aconselhável que o cão seja acostumado com quem está o conduzindo.

cachorros na cerimonia

Imagem: Imagem: Cortesia Assessoria Grupo São Jorge

Dica 6 – Caso queira colocar alguma roupa ou acessório no animal, avalie se ele já gosta e fica confortável.

Dica 7 – E quando a cerimônia termina….o correto é o cão não ficar nas dependências da festa, se ele não puder ser levado embora, o ideal é um espaço com exclusividade para ele, afinal  pode pedir comida aos convidados ou destruir algum idem de decoração, alguém tropeçar quando ele estiver passado ou qualquer outro acidente.

 

Informações:

Sítio São Jorge

Rua das Araribás, 25 – Bairro dos Casa
São Bernardo do Campo – SP
Cep: 09840-210

2374-1884

contato@sitiosaojorge.com.br

 

Pets em casamentos – 4 itens para se pensar

Pets nos casamentos – Reservar ou não um lugar de honra para eles?

Casamento Rústico & Uma inspiração de encher os olhos

Boas Vindas | Sítio São Jorge & Casamento ao ar livre

Comentar

* Campo requerido