Jess

02Jun2016

O que você precisa saber antes de casar que só vai descobrir depois

Eu sei! Você achou que eu iria falar da toalha molhada em cima da cama, do roubo misterioso do cobertor feito na calada da noite, das migalhas de pão dentro do pote de requeijão, e toda aquela velha lista de “problemas” que marcam o início de um casamento, mas não!

Vou listar à partir desta semana algumas coisas que não sabia antes de casar e só descobri depois. Vou  começar pelo fantástico mundo da lista de presentes.

Já fez a sua lista de presentes? Sim? Bom então você já provou a “sensação de poder” que só uma lista de presentes de casamento pode te proporcionar. Você entra na loja e literalmente pode “comprar” tudo. Que delícia!

Você se empolga e sem perceber acaba escolhendo tudo, ao invés de “focar” apenas no que realmente deseja, necessita.

Pois bem, eu me empolguei tanto, que só de travessas de porcelana, se eu emparelhasse todas uma de frente para outra, daria para chegar no Japão. E aparelho para fondue? Por que as pessoas gostam tanto de presentear noivas com aparelhos de fondue? Na minha lista haviam 3,e  acabei ganhando mais 2.

Assim como na grande maioria dos casos,  no final eu acabei ficando com créditos, créditos e mais créditos, que acabei usando para comprar presentes para outros casamentos ( se identificou?), por isso se pudesse voltar  no tempo procuraria fazer a minha lista em algum lugar onde pudesse reverter esses créditos em dinheiro, viagens, um marido novo .

Uma  dica é valiosa na hora de trocar os presentes? Pense muito bem quais presentes irão trocar, não analise apenas o presente, mas sim quem o presenteou. Sabe aquela tia que sempre adorou ver você usando o pulôver que você ganhou dela no Natal de 95? Pois é ela certamente chegará na sua casa nova falando: “Pega lá o presente que sua tia te deu para eu mostrar para sua mãe.”

Captura de tela inteira 24052016 202938

01Jun2016

Já foi mal atendida por alguma empresa na hora de organizar o seu casamento?

Eu sempre disse, desde o início do blog que estar noiva é um estado de espírito. Acredito piamente que de alguma maneira nossos hormônios ficam alterados nesta fase da vida, são tantas coisas, tantas decisões, que acabamos ficando em uma TPM constante. Pois bem! Agora some essa TPM a um péssimo atendimento.

Os anos passaram e o setor de casamento evoluiu muito, verdade, mas alguns atendimentos continuam a me surpreender, e no mal sentido. Acompanhei uma amiga querida em seus preparativos tempos atrás, e fiquei passada com o atendimento de algumas empresas, pessoas, prestadores de serviço.

No final, e mais uma vez, o que verifiquei é que a diferença não está apenas no visual, no prato servido, a diferença esta no atendimento, nos prazos cumpridos no comprometimento, na simpatia, educação.

Não importa o seu nome, a sua assinatura se no final você não entregar o que prometeu, não importa o seu nome, a sua assinatura, se você não consegue responder e-mails, orçamentos, se não tem tempo para responder dúvidas. Sim noivas são mais emocionais, noivas gostam de tomar conta dos mínimos detalhes – mesmo tendo contratado alguém para cuidar de todos eles-, são – as vezes- egocêntricas, e até chatas, mas são acima de tudo consumidores, clientes, que merecem um bom atendimento.

E como toda história possui dois lados, vale conferir em um texto muito bom escrito pela Jane – que colaborou com o blog lá no comecinho- mostrando o lado do “fornecedor”.

E você? Conseguiu encontrar profissionais bacanas? Se sim, indica pra gente nos comentários!

as Imagem: Reprodução The Federalist Papers
01Jun2016

Música vs Casamento

Esse post foi escrito em 2010, recebeu comentários até 2012, e seis anos depois, lendo os meus dizeres, posso dizer que hoje até gosto de Whisky à Go-Go. Apesar de algumas pessoas, na verdade uma pessoa não entender o intuito do post, ela escreveu o delicado comentário: “pra mim, todas vcs são amargas, mal amadas e egoistas. a festa não é so para vcs,mas tb p seus convidados”, o que quis dizer na época era que alguns DJs- ao contrário do que deveriam fazer- levam para o casamento um set list já pronto sem se preocupar com os gostos musicais dos noivos. Hoje não “existe” mais CD (como as coisas evoluem,não?), mas a prática continua.

Abaixo o texto na integra como foi publicado em 2010.

Devo confessar que para mim este tema é sinônimo de medo….Medo porque eu conto nos dedos os casamentos em que eu fui e não tocaram clássicos “casamenteiros” como Whisky à GoGo “Foi numa festa, gelo e cuba libre E na vitrola Whisky a Go Go“,pout pourri dos anos 60″ Come on everybody One-two-one-two ,One, two, three o’clock, four o’clock rock” e todos os etcs que vocês já devem saber…..Agora a minha pergunta : Whisky à GoGo???? Eu tenho pavor só de pensar….Também confesso que o meu  pavor maior fica por conta da Macarena , que no ultimo casamento que fui recebeu um arranjo eletrônico o que me fez odiar ainda mais a música, a dança.

Meu casamento terá a minha cara , é claro que a festa é para todo mundo,  mas definitivamente não quero um DJ com um CD já gravado com o título CASAMENTO, eu quero um set list especial , quero as musicas que marcaram o meu relacionamento, minhas alegrias e quem sabe até as tristezas.Enfim no meu casamento eu quero a trilha sonora das nossas vidas!!!!!

sa

09Feb2016

Lembrancinha Chá de Cozinha & Faça você mesmo

Continuando a saga de produzir o seu próprio casamento, chá, etc, mais uma ideia para você. Uma amiga querida que se formou em moda e hoje trabalha em uma confecção vai se casar e fiquei a cargo de providenciar uma ideia para a decoração e para as lembrancinhas. Como estava produzindo a série de posts para o Casarei resolvi produzir eu mesma.

A ideia que tive foi usar a fita métrica que tem tudo a ver com a dona do Chá. Para fazer eu usei: copinhos de vidro ( Asaaí – R$0,95), fita métrica e o fio para o laço ( Armarinhos Fernando R$3,50 e R$1,80),  balas (jelly Beans- Assaí R$5,80).

Espero que gostem!