22Mar2016

Vestidos do dia: Beba’s Closet

A poucos dias atrás conheci o site e o trabalho de Belèn Barbero. Quando bati o olho na nova coleção bridal logo me apaixonei. Os vestidos trazem um toque vintage aos modelos modernos e minimalistas. Leves, fluídos e confeccionados com chiffon, organza e tule, os vestidos são uma verdadeira obra de arte. Os detalhes que mais me encantaram? Os bordados aplicados a mão e as capas!!!!

detalhes vestido de noiva vestido de noiva vestido de noiva detalhes vestido de noiva detalhes costas vestido de noiva detalhes manga vestido de noiva detalhes vestido de noiva com capa tulelamarieeauxpiedsnus-robe-mariee-bebas-modele-lena-3-621x931

Imagem: Beba’s Closet

22Mar2016

Inspiração: mesa de páscoa. Deliciosamente linda!

Hoje trazemos um editorial de Páscoa, feito aqui pelo Casarei em parceria com o Circolare e não ficou apenas lindo, ficou DELICIOSO também! rsrsrs.
A ideia, foi unir a beleza do rústico à simplicidade, e modéstia a parte nós adoramos!
Mas o melhor de tudo mesmo, foi poder degustar as guloseimas do Amor aos Pedaços após fazermos os clicks.

Inspirem-se

mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica  mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica mesa de páscoa rústica

21Mar2016

No quintal de casa!

Este wedding dos sonhos aconteceu na Califórnia e tem uma receita certeira: o BOM GOSTO! rsrs

Ele ocorreu no jardim, e que jardim, da casa dos pais da noiva. Paleta clara, arranjos de flores glamorosos e decor predominantemente rústica, foram os carros chefes!
Ahhh como eu queria que os meus pais tivessem um jardim desses para o meu grande dia rsrs.

casamento romântico rústico chic no jardim casamento romântico rústico chic no jardim casamento romântico rústico chic no jardim

Imagem: Acres of hope Photography via Magnolia Rouge

21Mar2016

O casamento da Ray e Gui

Meninas, nós aqui do blog ficamos  C  O  M  P  L  E  T  A  M  E  N  T  E       A  P  A  I  X  O  N  A  D  A  S  por esse casamento brazuca! Tudo estava um encanto, e o melhor, saiu do jeitinho que os noivos queriam!

Os lindos cliques vocês curtem abaixo, quanto ao wedding, vamos deixar os dois pombinhos contarem como foi essa inesquecível experiência.

Rayana e Guilherme, desejamos que seus dias sejam tão coloridos alegres e marcantes quanto este casamento dos sonhos realizado por vocês.

casamento vintage casamento vintage casamento vintage

Depoimento dos noivos:

Guilherme: A Ray e eu nos conhecemos pessoalmente em abril de 2010 — isso porque na verdade eu já a conhecia antes disso. É que eu já trabalhava na editora, e ela estava concorrendo à vaga de estágio. Eu a chamava de Rihanna, num trocadilho nada menos do que infame, e corrigi a prova dela (com muita imparcialidade). Quem fez a entrevista com ela foi a minha chefe, então só nos vimos pessoalmente quando ela começou a estagiar lá mesmo. E aí fomos descobrindo uma porção de coincidências das nossas histórias pessoais. Mas ficamos pouco mais de um ano apenas como colegas de trabalho, porque já apanhamos muito nessa vida e tínhamos medo de quebrar a cara de novo (ou pelo menos essa é a minha versão). Até que certo dia fomos para uma mesma festa e tudo aconteceu. Tivemos um fim de semana cinematográfico em Buenos Aires no nosso primeiro mês de namoro, e isso marcou a nossa história. Ela mudou a minha vida completamente, e pra muito, muito melhor.

casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage   casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage

Rayana: Apesar de termos demorado um tempinho para começar a namorar, o noivado foi bem rápido, com 9 meses de namoro. Fomos para São Paulo para o Lollapalooza e o Guilherme fez o pedido no hotel. Ele já tinha combinado tudo com as nossas famílias sem que eu soubesse. Foi realmente uma surpresa! Desde então, a gente já passou por todo tipo de situação na vida.  Logo no início do namoro eu fraturei o tornozelo quando estávamos indo pro cinema com o Guilherme. Ele foi a pessoa mais calma e fofa do mundo, ficou o tempo todo do meu lado. Hoje, não consigo imaginar como seria a minha vida sem ele. O casamento nunca foi um sonho para mim, mas com o Guilherme eu não tive qualquer dúvida.

Nossas vidas estão tão interligadas que se um não existisse na vida do outro nossas realidades seriam totalmente diferentes (e não tenho dúvida ao afirmar que não seríamos tão felizes quanto agora).

casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage casamento vintage

– Qual foi a inspiração para o casamento? Quais foram as prioridades de vocês? Por que?

Não é muito fácil falar em inspirações específicas, porque foram muitas ao longo desse tempo. A nossa ideia era que fosse uma festa com uma decoração divertida, cheia de detalhes inusitados (como minidinossauros dourados, carrocinhas de churros…). Queríamos que fosse um dia com tudo que a gente ama: muita comida gostosa e despretensiosa, espumante, cabine de fotos (a nossa era uma kombi!), decoração descontraída (com cadeiras coloridas, arranjos suspensos, frases de músicas que a gente gosta, gambiarras…). Como trabalhamos com livros, queríamos incluí-los na decoração sem tornar a festa algo temático. Nos envolvemos com todos os detalhes, talvez até um pouco demais. Escolhemos tecidos para as toalhas de mesa, demos opinião sobre as almofadas, escolhemos a frase para a pista de dança, para a mesa do bolo… Todos os detalhes do nosso casamento tinham sentido pra gente e, embora tenha dado mais trabalho do que o normal, no fim das contas conseguimos criar o clima que desejávamos para o nosso casamento. A ajuda das nossas decoradoras também foi essencial para isso. Algumas das coisas que queríamos não existiam para vender (como as estruturas geométricas) e a Karine fez todas e pintou de dourado, como a gente queria.

casamento vintage casamento vintage

Eu e o Guilherme nunca quisemos uma festa tradicional, porque isso não teria nada a ver com a nossa personalidade. Acho que de tradicional só tivemos o casamento na igreja mesmo, e até isso queríamos que fosse bem leve, sem grandes formalidades. O padre que nós escolhemos foi ótimo, resumiu muito bem a nossa história e falou apenas sobre amor e confiança, que são os valores que mais valorizamos no relacionamento.

Meu conselho para outras noivas é se cercar de profissionais que acreditem no que você e o seu noivo querem para o seu casamento. Ao longo do planejamento nós encontramos profissionais ótimos, mas que queriam encaixar nossas ideias dentro de um padrão que não tinha a ver com a gente. Não se deixe levar pelo que as pessoas dizem ser “certo”. Eu, por exemplo, fui a uma loja de vestidos em que a vendedora disse que não podia usar vestido curto, que era coisa de 15 anos (isso porque eu nem tinha mencionado a anágua azul ainda!). O que eu fiz, obviamente, foi sair da loja e não voltar mais. Procurei alguém que acreditasse nas minhas ideias.
É claro que o mais importante no casamento é o amor entre você e o seu noivo, mas também é muito importante ter uma celebração que seja a cara de vocês, e não o que outras pessoas julgam adequado ou bonito.
Cada detalhe da nossa festa teve nosso palpite ou aprovação. E as pessoas que trabalharam com a gente somaram, trouxeram ideias que combinavam com a nossa visão. E isso foi ótimo!

casamento vintage

casamento vintage

Ficha técnica:

Fotografia: Flavia Valsani Fotografia

Assessoria: Vou Casar e Panz (Prill) –

Decoração: Menta e Pêssego (Karine) em parceria de Vou Casar e Panz

Papelaria/identidade visual: Menta e Pêssego

Buquê: Studio Lilly

Vestido: Atelier Fafi Vasconcellos

Sapato: Juliana Bicudo

Voilette: Barbara Heliodora

Maquiagem/cabelo: Manu Guerra 

Roupa do noivo: Zara