06Feb2015

Quando o branco pode ser usado no casamento??

Já havíamos abordado esse assunto mês passado, mas como estamos sempre recebendo queixas e mais queixas de noivas injuriadas, pelo uso justamente do branco, por algumas convidadas, resolvemos escrever novamente sobre esse tema tão polêmico.

A cor branca

A história do branco tem várias vertentes, não há um consenso sobre quem realmente teria lançado a moda. Uma das mais bem aceitas (e também mais romântica), nos remete a Rainha Vitória, que utilizou a cor em um resplandecente vestido em seu grande dia. Além da cor outro fato marcante de seu casamento, deve-se ao fato de ter sido uma das primeiras nobres a casou por amor e não por títulos ou alianças (Não falei a história era romântica rsrs). Isso tudo aconteceu em plena Inglaterra do século XIX, ate então, tudo era permitido, tudo mesmo as noivas  utilizavam qualquer cor para casar, sendo o vermelho uma das cores prediletas. Depois da rainha Vitória, praticamente, toda a nobreza e as mulheres da classe alta passaram a usar a cor em seus casamentos.

Mas foi somente nos anos 20 que o vestido de noiva branco ganhou o significado que conhecemos hoje.

Quando o branco pode ser usado em um casamento?

Apesar de ser a cor das noivas, o branco pode ser usado em casamentos com uma condição, e somente essa condição: se a NOIVA PERMITIR que as madrinhas usem ou ESCREVER uma observação no convite falando que a cor está LIBERADA.

Ou seja, se ela não der nenhum aviso ou solicitar a cor, ESQUEÇAM O BRANCO. Usem amarelo, vermelho, azul, roxo, qualquer tom, MENOS O BRANCO!

Aparecer em um casamento usando branco sem autorização prévia, além de desnecessário é extremamente deselegante!

Imagem: Kate Harrison

 

06Feb2015

Chá da Thay

Meninas vejam que mimo esse chá no melhor estilo D.I.Y.  Tudo, os detalhes, a paleta de cores, enfim… (Repararam na pérola no gargalo de cada garrafinha)? Pois é, tudo feito com muito amor, carinho e paciência!

A  própria Thay conta pra nós, um pouco da  sua história de amor e da aventura de fazer ela mesma a decoração do seu lindo chá de panela.

“Sempre ameeeei decoração, e sempre sonhei demais com o meu chá de panela… Comecei a namorar o meu noivo muito cedo, nós tínhamos 15 e 16 anos, e sempre tive aquele sonho de princesa… como toda menina.. Nós sempre amamos a Disney (mais eu né), e como tínhamos festa a fantasia na época, acabou que fomos de Mickey e Minie e isso pegou como a nossa “marca”, tanto que nas fotos do chá tem alguns enfeites de Disney. Estamos namorando quase a 5 anos e meio, e vamos casa em 2 meses, de acordo com os nossos sonhos.

Sou do Rio, mas meu noivo é mineiro… nos conhecemos no rio, pq o meu sogro foi transferido para cá, mas meu noivo resolveu voltar pra BH pra estudar teologia, então namoramos a distância 3 anos e meio…. Então, depois de tanto sonhar e desejar esse dia, ele “chegou” e estou vivendo essa fase maravilhosa de ser noiva. E como estou amando ser noiva, vou ter tuuuuudo em dobro! Isso mesmo, tudo em dobro, chá de panela no Rio e em Bh, chá de lingerie lá e cá.. o chá de Bh ainda não aconteceu, mas quando acontecer, eu posso te enviar tb ;)

O meu chá eu fiz tuuuuuudo mesmo, desde as lembracinhas, até as garrafinhas de arranjo..

Fiz de lembrancinha um chaveiro de coração, costuradinho, fiz toda a identidade visual, os tecidos, os aventais das madrinhas … Faço brownies para vender, e “abri” uma empresa de brownie que chama – brownie da Thay… e ficou “famosinho” aqui no Rio, e o brownie começou para podermos viajar para Orlando juntos e daí em diante deu certo… e no dia do meu chá não poderia faltar né ? rs”.


Ficha técnica:

Brownie da Thay ;)
Bolo – Carol Cakes
Fotografia: Madrinha “Teka” Maite Blanco
Móveis loja: Mar Azul no Recreio dos bandeirantes – Rio de Janeiro
Decoração: Noiva e melhora amiga da noiva.

06Feb2015

Enfim, casados!

CASAIS, SEUS lindos, hoje resolvi escrever um texto falando um pouco sobre a vida de casado. Não, eu ainda não casei, mas estou em um relacionamento há 7 anos e há 5 morando junto (praticamente casada rsrs). Então, creio que tenho um pouco de propriedade para falar sobre o assunto.

Aqui no blog, sempre abordamos assuntos com inspirações para o casamento, seja o vestido, a decoração, as lembrancinhas… Nós amamos todo esse processo de organização de casamento, mas às vezes, sentimos necessidade de falar sobre a vida após o “Sim, eu aceito”.

Aqui no blog, pouco falamos sobre a vida de casado em si, pois buscamos referências para o grande dia, a festa cerimonial, e nós amamos todo esse processo de organização do casamento, mas, ás vezes, sentimos vontade de falar sobre a vida após o “Sim, ey aceito.”

Estar em um relacionamento é muito bom. Conversas, carinhos, paparicos…. Tudo muito gostoso. Mas a gente só conhece mesmo a pessoa morando junto. Essa é uma frase que ouvi desde pequena e que nunca levei muita fé, até resolver compartilhar um teto com a pessoa que eu amo.

É a partir desse momento que a gente conhece todas as manias do nosso companheiro. Quando moramos muito tempo sozinhas, nos acostumamos com a nossa rotina, a nossa hora de descanso e fazemos tudo ao nosso tempo. Por isso, algumas pessoas têm dificuldades em morar com outra pessoa, porque a rotina é quebrada.

Agora são DUAS pessoas com DUAS rotinas diferentes e com manias diferentes. E agora, o que fazer?

Para um casamento dar certo é necessário que ambas partes estejam preparadas para ceder um pouco. Mas não é só isso. Tem alguns itens que são fundamentais para uma relação ter sucesso. Entre eles:

- Conversa:

Já li e ouvi diversas noivas e noivos reclamando sobre alguns aspectos do casamento.

“Ahhh, mas ele faz isso, faz aquilo….. Estou começando a me irritar”.

“Ela não me escuta, acha que tem sempre razão. É como se ela estivesse em um relacionamento sozinha”. (Meninos, a gente sempre tem razão rsrsrs).

Brincadeiras à parte, quando leio ou ouço isso sempre pergunto para a pessoa, mas você já chegou a conversar com ele ou com ela sobre isso. Expor o seu lado e os seus sentimentos?

A resposta é quase sempre a mesma: Não!

Gente, dialogo é tudo!!!! As pessoas não têm bola de cristal para adivinhar o que nós estamos sentindo. E isso vale para tudo, não só em relacionamento de marido e mulher. Outra coisa, conversar não é acusar ou cobrar.

É apenas para expor o nosso sentimento. Nessas horas, o casal deve sentar, abrir o coração e colocar tudo para fora. Mostrar de maneira carinhosa e respeitosa o que está errado. E claro, compreender o que aconteceu e o porquê chegou nesse ponto.

Conversa é TUDO!!!!!

- Ceder:

Como mencionei acima, ceder é muito importante. Vocês devem lembrar que o companheiro não é o pai, ele é a pessoa por quem nos apaixonamos e aquela que escolhemos para começar uma família.

Vocês não estão mais sozinhas, é necessário abrir mão de algumas coisas que gostamos para fazer o relacionamento dar certo. Assim como a outra pessoa também fará. Ambos precisam ceder para que a relação fique equilibrada.

- Ciúmes:

Outro item que entra para a lista é o ciúme. Gente, se a pessoa está com vocês é porque ela escolheu estar com quem faz bem para ela, ou seja VOCÊS. O ciúme é desnecessário e faz a relação se desintegrar aos poucos. É claro que, é necessário que aja respeito.

Quem é respeitado, não tem o por que ter ciúmes. Porque não há brechas.

Lembrem-se: não somos propriedade/proprietários de ninguém.

- Romance:

Vocês se lembram de como somos românticos, e muitas vezes até bregas, no início do relacionamento? Pois bem, essas “breguices”, esse ser romântico que há dentro de nós não deve morrer jamais!!!!!!!!!!!

Levar café na cama com o pão cortadinho em forma de coração, escrever uma cartinha ou um recadinho cheio de amor entre outras ações devem continuar aparecendo na relação. Assim, o casal sente-se amado, lembrado, cuidado!

Não deem presentes somente em datas comemorativas, deem presentes porque quando vocês olharam o objeto, simplesmente lembraram da pessoa amada. Não podem gastar com presentes??? Não tem problema, faça!!!! Use a criatividade e elabore algo que vocês saibam que a pessoa vai amar. Ás vezes, um presente feito, criado, é mais valorizado do que aquele comprado.

 

Tem muitos outros pontos ainda para abordar para ter um casamento perfeito, mas creio que os principais são esses.

Espero que vocês tenham gostado do texto e se tem alguma coisa que queiram acrescentar fiquem a vontade para deixar nos comentários.

Imagem: Pinterest

 

05Feb2015

Marsala

Quem acompanha o Casarei há algum tempinho, já sabe que eu adoro o vermelho e seus tons. Por isso, quando a Pantone anunciou que a cor de 2015 seria a Marsala, uma espécie de vermelho terroso, eu vibrei!!!!!  Como só postei uma vez algumas inspirações na cor, resolvi pegar mais algumas referências para as noivas fashionistas que estão loucas para usarem a Marsala na paleta do casamento.

Inspirem-se!

Imagem: Chic Vintage Brides, Magnolia Rouge Magazine, Foodista, Green Wedding Shoes, Polka Dot Bride, Southern Weddings Magazine, Burnett’s Boards