13Aug2015

O casamento de Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi

Depois de ter se casado no civil com Pierre Casiraghi, o sétimo na linha de sucessão do trono de Mônaco, Beatrice Borromeu troca mais uma vez as alianças com o moço. Desta vez, em uma cerimônia religiosa dos sonhos na Isolino di San Giovanni, umas das ilhas de propriedade da família da noiva. Apesar de ter escolhido um vestido rosa assinado por Valentino para o casamento no civil, Beatrice optou agora por 2 modelos grifados por Giorgio Armani. O primeiro modelo, usado na cerimônia, é de renda chantilly e para complementar um véu de tule longo.

Após o Yes, I Do, o casal e os convidados seguiram para a recepção que aconteceu nos jardns da propriedade. Já aqui, a bela usou um modelo feito de tule de seda preso por 2 broches de diamantes.

Entre os convidados:  Princesa Carolina de Mônaco, Lana Del Rey, Princesa Stephanie e seus filhos Louis e Pauline Ducruet, Camille Gottlieb e primo de Pierre Jazmin Graça Grimaldi.

Imagem: Vogue Paris

13Aug2015

Cookies decorados para casamento

Sei que já falamos dos cookies decorados aqui no blog, mas eles são tão lindos, tão charmosos tão tudo que vale a pena fazer mais uma publicação falando só deles.

Cookies decorados não são uma novidade, tenho ciência disso. Eles existem há anos, normalmente vistos em festinhas infantis, reuniões…. mas não no mundo casamenteiro. Eles adentraram nesse universo em 2013.

As noivas brasileiras ainda não estão tão familiarizadas assim com eles. São poucas as noivas que lembram que eles podem ser usados como uma decoração a mais na mesa de doces e também um substituto perfeito para o tradicional bem casado. Isso para o casamento, pois sei que muitas usam e abusam desses biscoitinhos para arrasarem no chá de lingerie!

Então, estou aqui para lembrar a todas vocês que eles existem, são lindos e que podem e DEVEM ser usados nos casamentos. Alguns são tão fofos que chega a dar dó de comer, mas nessas horas a lembrança do gostinho é mais forte e acabamos sempre caindo na tentação rsrs. E o melhor, super fáceis de fazer. O problema ficará apenas para a decoração, mas como sempre dizem: a prática leva a perfeição. Vou colocar uma receitinha básica no final do post.

Enfim meninas, não tenham medo de usar esses cookies decorados na mesa de doces ou como lembrancinhas, porque eles são lindos, são verdadeiras obras de arte em formato de biscoito!!! E não, não é pouco dar apenas biscoitinhos de lembrança para os convidados. Se acharem que duas unidades por saquinho é pouco, coloquem mais uma.

 

Imagem via Julia M Usher

Encontrei essa receitinha no blog The Cookies Shop (apesar do nome, é brasileiro), ela passa também uma de glacê para decorar os cookies. Para conferirem o passo a passo, basta clicarem aqui. Ahh ela também aceita encomendas de biscoitos e bolos decorados.

Receita Vanilla-Almond Sugar Cookies

3 xícaras de farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento em pó

1 xícara de açúcar (eu uso açúcar em que guardei favas de baunilha dentro do pote)

200g de manteiga

1 ovo

1/2 colher de chá de essência de baunilha

1/2 colher de chá de essência de amêndoas

 

Preaqueça o forno a 180°C.

Misture a farinha e o fermento e reserve. Bata a manteiga e o açúcar até ficar cremoso. Junte o ovo e essências e bata para misturar. Aos poucos, junte a farinha e bata em velocidade baixa, até ficar homogêneo.

Abra com rolo numa superfície polvilhada com farinha e corte com cortadores de biscoitos. Coloque em assadeiras forradas com papel manteiga e asse por 10 a 12 minutos. Deixe esfriar um pouquinho na forma e transfira para uma grade para esfriar completamente.

Imagem via The Cookie Shop

O que acharam meninas? Pouco lindos, hein?!

xo

13Aug2015

E se chover?

Parece que esse pensamento passou pela cabeça dos noivos, no dia deste lindo wedding. rsrsrs Brincadeiras a parte, este é um “detalhe que não pode ser esquecido, principalmente se o casório for ao ar livre. Mas parece que o casal já havia se preparado, e deixou alguns guarda-chuvas a tira colo, caso fossem necessários.

O lugar por si só já era lindo e a decor no melhor estilo vintage fez bonito!!! Toques DIY, como as partituras usadas para envolver as flores, ficaram o máximo!!!
Repararam nas madrinhas, mais uma vez com trajes claros? Será uma tendência?

Imagem: Natalie McComas

13Aug2015

Cerimônia das velas ou Cerimônia da luz

Depois de explicarmos tudo sobre o ritual do vinho e sobre a cerimônia de areia, chegou a hora de falarmos sobre a cerimônia das velas. Vocês conhecem?

Como os outros rituais, a cerimônia da luz ou das velas, simboliza a união do casal por meio do matrimônio com o objetivo de criarem e compartilharem um novo projeto de vida, uma nova família.

Imagem via Top Wedding

Quem pode fazer a cerimônia das velas?

Por não estar ligada a nenhum cunho religioso, todo e qualquer casal pode ter essa cerimônia em seu casamento. Se vocês forem casar na Igreja, é bom falar com o padre que irá realizar o casamento para ver se eles permitem que o ritual seja feito.

Cerimônia das velas ou cerimônia da luz

Para realizar essa cerimônia serão necessárias 3 velas, que podem ser iguais ou diferentes. Uma vela irá simbolizar a família da noiva, a outra a do noivo e a terceira a nova família. Os noivos devem escolher alguém de sua família para acender a vela que os representa, normalmente é a mãe. Depois cada noivo irá pegar a vela de sua família e acender a vela que simboliza a nova família.

Outra opção é colocar no altar um castiçal de três lugares. A vela do meio, que é maior e já se encontra acessa, simboliza Deus. Os noivos pegam as velas apagadas, acendem-nas e colocam no castiçal, simbolizando a nova família.

Imagem via Wedding Elation

Textos para a cerimônia das velas

Existem dois textos que podem ser lidos pelo celebrante, família ou amigo íntimo do casal durante a cerimônia das velas.

- O primeiro, na minha opinião, é a mais emocionante. Apesar de não ter achado o autor do texto para poder dar os créditos, ela pode ser usada pelos casais que querem emocionar todos os convidados.

Celebrante: (nome dos noivos) cada um segura sua respectiva vela e juntos acendam a vela central, simbolizando com ela a unidade e o compromisso entre um e outro. A luz da vela representa a união do casal, o início de um novo lar. Dois indivíduos que se convertem em um através do casamento.

Noiva: (nome do noivo) essa chama simboliza meu amor por você. Com meu coração unido ao seu formaremos um novo lar. Meus passos se unem aos seus para abrir novos caminhos, para salvar obstáculos, para superar abismos. Serei seu ombro quando fraqueje; serei seu oásis quando o mundo te incomode; serei silêncio quando o ruído ensurdeça; serei seu grito quando o silêncio te oprima; serei lago quando o mar seja bravo. Serei tudo aquilo que o Senhor permita que eu seja, para te fazer imensamente feliz.

Noivo: (nome da noiva) meu amor está simbolizado nessa chama. Deposito meu coração junto ao seu, para fazer que o nosso seja um, maior e mais seguro. Me comprometo pelo seu bem-estar. Serei seu apoio quando se sinta frágil, serei sua fonte quando a sede te incomode; serei seu abrigo quando o frio ameace; serei sua sombra quando o calor te sufoque; serei seu sorriso quando a dor te faça sofrer; serei tudo aquilo que também o Senhor permita que eu seja para te fazer imensamente feliz”.

- Já o segundo, criado pelo sacerdote belga Phil Bosmans, que também não deixa de ser lindo é conhecido como “A vela fala sobre o casamento de vocês”.

Deixem que queime uma vez no dia do casamento de vocês, é um símbolo que ilumina e acompanha. Depois de pasados alguns anos deverão se lembrar o que hoje prometeram. A vela do dia do casamento de vocês sussurrará ao ouvido: Eu vi. Minha chama estava presente quando vocês deram as mãos e entregaram os seus corações. Sou algo mais do que uma simples vela. Sou uma testemunha muda na cada do amor de vocês e continuaré vivendo nesse lar. Nos dias em que brilhe o sol, quando sintam uma grande alegria, quando uma bela estrela brilhe no horizonte da vida de vocês não será necessário me acender. Acenda-me quando anoiteça, quando uma tormenta rompa a calma. Acenda-me quando tenha que dar o primeiro passo e não saibam como; quando seja necessária uma explicação e não encontrem as palavras; quando queiram se abraçar e os braços estejam paralizados, acenda-me. Minha luz será para vocês um sinal claro. Fala seu próprio idioma, o idioma que todos entendemos. Sou a vela do dia do casamento de vocês. Deixem-me queimar enquanto seja necessário, até que os dois unidos, rosto com rosto, possam me apagar. Então, vou dizer agradecida: Até a próxima vez.”