27Oct2015

Da série: dicas & desabafos – Medo

Eu relutei muito em escrever esse texto. Não sabia direito que direção dar a ele, mas não podia mais segurar. E acho que assim como eu, muitas outras noivas estão passando ou passaram por isso.

Faltando exatamente 1 ano, 8 meses e 25 dias para o meu casamento, começou a me bater uma insegurança, um medo terrível de casar. Mesmo depois de estar há 8 anos com o meu noivo, de já morarmos juntos há uns 5,6 anos bateu o medo.

Mas medo do que meu Deus?! Medo de que um papel tenha peso demais na nossa relação e ela acabe terminando. Eu tenho consciência que esse medo é ridículo e que ele não deveria nem estar aqui, afinal, já estou “casada” com o meu noivo há muito tempo e um pedaço de papel, é só um pedaço de papel, nada mais!

audrey hepburn

Imagem via Google

Creio que esse medo todo veio em um momento em que eu estava com a guarda baixa. Sabem quando estamos mais sensíveis e tudo nos afeta? É quase como uma TPM, mas sem o mau humor e irritabilidade rsrsrs.

Confesso que isso me fez balançar um pouco. Mas como sei que nesses momentos não devemos tomar nenhuma decisão, tentei relaxar, entender de onde vinha esse medo e ficar quietinha no meu canto até ele passar por completo.

Não sei se esse medo apareceu porque meus pais acabaram se separando depois de 17 anos ou por eu não conhecer nenhum casal que tenha tido o casamento perfeito. Tenho ciência de que os relacionamentos passam por altos e baixos, que brigas e discussões acontecem sempre, que nada é perfeito, nem mesmo a perfeição. Mas ainda tem uma pontinha dentro de mim que acredita com toda a sua força que o amor existe e que dá sim para ter um casamento maravilhoso.

Não poderia nem ser diferente, já que hoje estou a frente de um blog de casamento e trabalhando com uma equipe maravilhosa.

Mas como sou apenas um ser humano, ter essas dúvidas e esses medos é muito normal. Ainda estou tentando entender o por que esse medo veio e sei que durante este 1 ano e 8 meses de organização e preparando tudo para o casamento, irei senti-lo mais algumas vezes. Sei também que o medo não será só pelo relacionamento, mas também do casamento não sair como eu sempre quis, como eu planejei. Ficarei louca, ansiosa, medrosa, determinada, feliz…. é um mix de emoção até difícil de entender e de bancar, mas levantamos a cabeça, seguimos enfrente e com confiança sabendo que conseguiremos lidar com cada um desses sentimentos malucos que aparecem quando se é uma NOIVA.

26Oct2015

Made in home

Para fechar com chave de ouro o dia de hoje, separamos essa linda inspiração no melhor estilo DIY.

Detalhe, o wedding aconteceu na residencia do casal.

Inspirem-se!!!

 

buquê da noiva

decoração casamento diy em casa

decoração casamento diy em casa

decoração casamento diy em casa

decoração casamento diy em casa

fotografia de casamento

fotografia de casamento

bolo de casamento

Imagem: Michelle Lacson Photography

26Oct2015

Um casamento elegante & Um porém

Hoje é segunda-feira e eu senti que precisava postar um casamento mais elegante, mas tem um PORÉM. O texto promete ser um pouco polêmico. Sei que muitas noivas irão falar que cada um tem um gosto e que deve fazer o que achar certo no seu grande dia. De fato!!! O casamento é um momento para o casal, principalmente a noiva, realizar todos os seus sonhos. E devem fazer do jeito que quiserem, mas isso não impede de nós blogueiras, neste caso EU, fazer algumas observações e chamar a atenção de vocês para alguns detalhes que podem passar despercebidos.

Não vou fazer igual aquela blogueira maluca que criticou o casamento da amiga rsrsrs. PROMETO!

convite de casamento

vestido de noiva

noiva e madrinhas

Eu adorei esse casamento. A paleta está linda e estou pensando seriamente em usar uma parecida. Na verdade, eu tiraria o dourado, mas isso é gosto pessoal mesmo. A minha provavelmente será só verde e branca. E esse tom de verde realmente faz a minha cabeça.

O contraste entre essas duas cores é linda. Dá para acrescentar outros tons como o coral/salmão, rosa, roxo, azul, laranja….. que a decoração não perde o charme, ou seja, com essa paleta temos a oportunidade de brincarmos com as cores.

A decoração também está linda. Amo a renda sobreposta a toalha nas mesas e o fato de ter livros elevando os arranjos florais.

gravata borboleta padrinho

fotografia de casamento

fotografia de casamento

igreja

cerimônia de casamento

noiva e madrinhas

recepção casamento

decoração mesa dos noivos

O problema maior está no vestido das madrinhas. E não pela cor em si, mas como falo para as noivas que acompanham o Casarei, as madrinhas não devem usar o mesmo tom das cores da decoração. Elas acabam sumindo. Vocês podem ver isso nas imagens desse casório fofo. Não queremos que nossas madrinhas lindas sejam confundidas com a decoração, certo? A noiva poderia ter escolhido um tom mais forte ou bem mais claro de verde. Até mesmo nas fotografias externas, em meio à grama, elas sumiram.

decoração mesa dos noivos

decoração casamento verde branco e dourado

decoração casamento verde branco e dourado

decoração casamento verde branco e dourado

decoração casamento verde branco e dourado

decoração casamento verde branco e dourado

lembranchinha de casamento

bolo de casamento

Na minha opinião, as madrinhas devem brilhar no nosso grande dia. Não tanto quanto a noiva, é claro, mas elas devem estar lindas e terem um destaque tanto na cerimônia/recepção quanto nas fotografias.

Vocês concordam comigo?

fotografia de casamento

fotografia de casamento

fotografia de casamento

Imagem: Love Janet Photography

26Oct2015

Vamos cuidar para sermos cuidados

Há quatro dias, a Brigadeiro Filmes escreveu uma matéria interessantíssima que todos os noivos deveriam ler. Com o título: “Por que comemos embaixo da escada?”, o texto aborda de maneira bem clara todas as dificuldades que os fotógrafos enfrentam em um casamento. Chega a dar uma ponta de vergonha em ver um depoimento tão verdadeiro de como eles são tratados.

Como mostra o texto publicado, sempre tem aqueles casais que realmente se importam e fazem de tudo para que todos sejam muito bem cuidados, inclusive aqueles profissionais que passam horas e horas fotografando o grande dia com todo amor e carinho sem pausa.

pf

Imagem: Danilo Siqueira/Reprodução

O universo casamenteiro no Brasil ainda tem muito que mudar. Muitas atitudes, não só de alguns casais, mas de muitos profissionais do ramo são antiquadas e ao invés de um facilitar o trabalho do outro, eles chegam até a dificultar. Um absurdo!

“Em países com maior nível educacional, essa ideia de serviçal não existe. Entende-se que todas as funções são vitais para o funcionamento da sociedade, do gari ao médico, e todas elas tem seu valor. Cada cidadão tem seu papel, e as pessoas entendem que, em alguns momentos são clientes e, em outros, são prestadores de serviços. Acima disso, se enxergam como seres humanos desempenhando uma determinada função, realizando um trabalho”.

Sempre falo: tratem os outros como vocês gostariam de ser tratados. Quem aqui gostaria de passar mais de 10 horas fotografando um casamento sem um intervalo digno, sem tem uma mesa para sentar e sem uma boa refeição??? Uma boa refeição é o mínimo que todos os casais deveriam oferecer. Sei que o Buffet nem sempre é barato, que muitos noivos economizam ao máximo para poder contratar uma boa empresa que cuide do menu, mas não deixem de dar uma atenção a esse detalhe.

Aqui também vale outro pensamento: quando somos bem tratados, damos o melhor da gente. Então por que não tratar de maneira adequada os profissionais que contratamos para registrar a realização do nosso sonho com ainda mais amor e carinho? Faz sentido, não é?

marmita

Imagem via Google

Por isso, peço para que vocês dêem uma lidinha na matéria publicada pela Brigadeiro e pensem bem em como irão tratar seus fotógrafos e cinegrafistas, na verdade não só eles, mas os fornecedores em geral.

Vamos cuidar para sermos cuidados!!!!! Acho que vou lançar essa campanha rsrsrs.