chá da tarde by casarei e jennfer coelho

Evento | Chá da Tarde by Casarei & Jennfer Coelho

Neste sábado, 21, o Casarei organizou um Chá da Tarde especial para 10 noivas convidadas. Tudo isso em parceria com a querida estilista Jennfer…

Dúvidas de noiva | Quanto investir no casamento?

Perdida sobre quanto custa um casamento para 100, 200, 300 pessoas? Veja esse pequeno guia para ajudar na sua decisão de gastos…

aros florais

Pins da Semana | Aros florais & Como não amá-los?!

Confesso que essa tendência dos aros florais ganhou meu coração….

Decoração Casamento | Editorial de Inverno & Suspirando

Quem disse que é impossível casar em um roftop em São Paulo? O editorial de inverno, clicado pelo querido Thiago Farias, mostra exatamente isso… Um casamento em um telhado que está de tirar o fôlego.

 

Editorial de Inverno em São Paulo

Em pleno inverno, penso que não há nada melhor para nos fazer suspirar do que um casamento inspirado na estação mais fria do ano. Na verdade, na minha opinião, esse tipo de enlace é ainda mais elegante.

O céu acinzentado também traz uma beleza única. Mas nada como ver as fotos para entender o que estou falando. Afinal,  uma imagem diz mais que mil palavras.

editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno editorial de inverno

Imagem: Thiago Farias | Local: Algum roftop em São Paulo | Maquiagem: Gisele Barbosa | Vestido: Julia Pak | Décor: Nina Vintage | Acessórios: Noivas Mari Peres |

Life | Feliz dia dos Pais & O pai da noiva & Let’s celebrate

Hoje é o dia daquele que tem um papel fundamental em nossas vidas, nossos pais. Eles nos passam segurança, amor e estão sempre nos ensinando. E nesse dia dos pais, nada melhor do que comemorar com fotografias maravilhosas do pai da noiva, certo?

pai da noiva pai da noiva pai da noiva pai da noivapai da noiva

Imagem: onelove | Jen Fariello Photography | haron Elizabeth Photography | Julie Whitlock | Jeremiah & Rachel Photography |

Relato: como encontrei meu vestido de noiva ideal!

Leitoras, se vocês estão na etapa de busca pelo vestido de noiva perfeito, então esse é um relato que vale a leitura, não só por ser super sincerão, mas por conter ideias bem legais e cheias de utilidade de quem já passou por isso.

Afinal, essa é uma das decisões mais importantes. Encontrar o vestido ideal requer uma senhora paciência, ser persistente mesmo. Vai levar um tempinho? Vai. Mas quando topamos com o escolhido, o ‘the one’, aquele que nos faz suspirar…é uma das melhores sensações!

Foram, ao todo, 8 tentativas, 2 vestidos de noiva (e apenas um definitivo) e vários testes!

Os detalhes

O Ano era 2015. Estava noiva havia 1 ano e já namorava alguns modelos via pinterest (onde, posteriormente e por um grato acaso, acabei descobrindo os board linnnndos da Casarei e virei fã <3 <3) , sites especializados (amém, brides, bridesmagazines, the knot e outros) e grupos do facebook.

Como sempre estive acima do peso, decidi que não perderia peso para nosso casamento- meu noivo sempre me amou do jeito que sou e não iria mudar isso por nada. Portanto, fui à caça de vestidos de noiva plus size.

Não vou mentir que o ponto de partida para meu processo de escolha foi o preço, porque o céu é o limite quando se trata de vestido de casamento. Nosso orçamento era modesto no começo, mas graças aos meus pais, pudemos esticá-lo e gastarmos um pouco mais.

Tentativa 1: Vestido de noiva made in china

Expectativa x realidade, né, gente?

Sim. Depois de muito namorar alguns modelos por 6 meses, escolhi um todo rendado em site chinês, não só pela questão orçamentária, mas também pela exuberância.

Depois de 45 dias de espera e emais trocados com o site, ele finalmente tinha chegado. Fui taxada e paguei o adicional, retirando nos correios. Gente, pensem num vestido de noiva princesa off-white gigante, pesado, cheio de camadas e mais camadas!

O problema? Eu pensava na praticidade de receber um modelo assim. A qualidade era muito boa, mas o vestido não me caiu nada bem. E nem preciso  dizer que minha mãe surtou. “Onde já se viu, fazer esse tipo de escolha????”

Sabe quando você fica toda empolgada quando chega, mas vai ficando murchinha com o choque da realidade?

Arhm…então tá..

Eu tinha colocado todo meu tempo e empenho naquela encomenda. Tinha sonhado horrores com meu vestidinho, imaginado ter usado no meu casamento… Mas ouvi a voz da razão (ainda bem hahahaha) e resolvi vendê-lo.

O que aprendi? A conhecer as proporções do meu corpo e a pesquisar melhor sobre o melhor modelo para o meu tipo, que é triangular.

Imagem: Pinterest

Tentativa 2: vestido de noiva vintage

Depois de muito voltar às pesquisas e faltando 6 meses para o casamento, me concentrei em modelos que espelhassem o estilo que gostaria para meu casamento. Já que ele seria vintage e com alguns elementos românticos, optei por visitar lojas que tivessem essa proposta.

Acabei visitando uma na qual eu era fã. Achava de uma delicadeza e super a ver com o que eu acreditava ser meu estilo.

MQMS_decor-31Imagens: Pó de arroz

Tudo um verdadeiro sonho. Provei 1, 2, 3 modelos…todos com um caimento singelo e com as rendas que eu amava.

O problema? O preço. Porque não há condição de, se você for uma noiva consciente como eu, pagar muito acima de suas possibilidades num vestido de noiva, ainda mais para míseras 6-8 horas de festa.

throw away make it rain GIF

A pessoa que me atendia me fazia elogios rasgados, mas rasgar dinheiro era o que eu não queria!

O que aprendi? Começar a definir de fato o meu gasto com meu vestido de noiva e dele não passar. Também fui identificando os tipos de tecido que desejaria.

Tentativa 3: Ateliê das verdades

A próxima tentativa consistia em um fornecedor da minha assessoria, um ateliê com uma identidade também romântica e prêt-à-porter.

Cheguei a ir 2 vezes, uma só eu e minha assessora e outra com minha mãe. Depois de 3 vestidos, cheguei ao modelo abaixo, que me deixou com a cintura bem marcada, o busto bem “tchãns” e parecia que a vida se encaixava com ele!

MV Jade
Imagens: Noiva nas nuvens

Feito em tule, saia com muitas camadas e cinto bordado a mão. Um sonho, de tão lindo!

O problema? quando a minha mãe viu (e ela é uma daquelas pessoas que não esconde o que pensa), me disse: “Ele te achata, te deixa maior do que voce realmente é.”

Eu não sabia se ria, se chorava, se largava tudo pra virar hippie e vender bijoux na Avenida Paulista. Olhava pra ela incrédula, como se isso fosse uma pegadinha do Malandro.

Eu me sentia ryca e poderosíssima num instante e, em menos de 10 segundos, fui de Soraya Montenegro a Maria do Bairro.

family matters what GIFMinha nossa Senhora…

A vendedora não sabia o que dizer, tamanho o sincericídio da senhora minha mãe! E eu ficava quieta, porque, mesmo contrariada, começava a ver coisas que me desagradavam.

O tecido, que acabava não agradando tanto quanto eu imaginei, o achatamento que deixava minha silhueta quando eu estava no chão, o desconforto na cintura…. Fui da perfeição às falhas nos pequenos detalhes.

Mais uma vez, saímos de mãos abanando, muito embora houvessem vestidos incríveis.

O que aprendi? Ficar empolgada no começo faz você não se atentar a pequenices. É importante sentir conforto e segurança na sua escolha.

Tentativa 4: O viés tradicional

“Vamos pelo mais tradicional, filha”, indagou minha mãe. Ou seja, visitar lojas com vários anos no mercado, na Avenida Rebouças, em São Paulo.

Chegamos em uma das lojas em um sábado. O tratamento foi muito cortês e minha mãe ficou muito mais feliz do que eu rs. AMOU um modelo mais classudo, de cetim e acabamento todo liso, algo que remetia ao casamento de Grace Kelly, atemporal e elegantérrimo.

Resultado de imagem para lojas noivas avenida rebouçasImagem: Pinterest

O problema? Eu não gostei. Ponto. Simples assim.

O vestido pesava muito, era extremamente desconfortável e eu não gostava do aspecto dele- não combinava com o meu estilo. E para completar, me deram sapatos altíssimos para minhas provas.

Meu Senhor…O que acontece? Sério, gostaria de entender: Existe uma confraria secreta de sapateiros e vendedores que combinam entre si o uso de saltos altíssimos para todas, é isso? Era um daqueles saltos onde cada pisada que eu dava, doía horrores.

Eu mal conseguia me equilibrar, quanto mais sair desfilando feito princesa de Mônaco por aí!

Outro problema dessas renomadas casas é a pressão na hora de fechar o vestido: “Ele só pode ser alugado até tal dia, porque tem alta demanda, uma procura doida, menina”. Isso definitivamente me irrita.

Não fique empurrando dessa maneira. Saí de lá com um “muito obrigada, nunca te pedi nada, adeus”.

david bowie what GIFAlguém me tira daqui..

O que aprendi? Gosto de mãe é mãe. Por mais que ela ache lindo, você tem que escolher o que lhe convier: é o seu casamento, o seu tipo- o vestido deve passar sua personalidade, acima de tudo.

Tentativa 5: Vamos economizar!

Focamos nossa busca em vestidos de noiva mais baratos. Estava determinada a achar algo realmente que eu gostasse e já tinha feito minha lição de casa: Botei na cabeça que o modelo teria que ser evasê, com manguinha curta, todo de renda.

Fomos em mais uma casa com a proposta mais modesta e existiam vestidos de todos os gostos dessa vez.

O problema? vesti alguns modelos, só que todos menores que meu manequim. Infelizmente, tenho 2 numerações: Da cintura para cima, sou M, e pra baixo, sou GG, com quadril largo.

Até encontramos um modelo que agradou nós duas e por muito, muito pouco não fechamos. Não era algo que eu batia o olho e me sentia “A” noiva, sabem? Era mais um quebra-galho, algo como “Tudo bem, garota, você tem um respaldo..pode ser legal esse aqui”.

O que aprendi? O preço pode até ser convidativo, mas se você estiver em dúvida, evite levar. Não se guie apenas pelas finanças.

Tentativa 6: Estilistas e vestido do zero!

Claro que tentamos um estilista. Um não, 2.

O primeiro estilista era perto da rua São Caetano e fez um desenho elegante do vestido, sendo que iria começá-lo do zero. Foi até engraçado, pois minha mãe e ele bateram um papo sobre tecidos e costura, conversando um bocado sobre o mercado e modelagem.

Com eles, não há modelo pronto. Você conta qual o estilo, tamanho da cauda, detalhes da manga e as costas, tudo o que deseja…Se sua onda é essa, algo totalmente exclusivo, então é nesse tipo de proposta que você tem que correr.

O segundo estilista foi o mais sincero e direto de todos eles: analisou todo o meu corpo, o que poderia propor, como adaptar o evasê para o meu modelo. Também faria um vestido do zero, mas seria aluguel.

O problema? Embora as rendas fossem as mais bonitas que eu já tinha visto, eu ainda não estava segura o suficiente. Parecia complicado não poder visualizar por completo o vestido dos meus sonhos.

gaga joanne GIFMeu pai, essa busca não tem fim!

O que aprendi? Um vestido de noiva sob medida vale se você quiser exclusividade, personalização e mais perfeição e riqueza nos detalhes. Mas tem que ser um fornecedor excepcional e de confiança.

Tentativa 7: um desastre ambulante

Erros podem acontecer quando você está no frenesi dos vestidos? COM CERTEZA?

Eu voltei em uma casa de vestidos que já havia visitado. Anteriormente eu não tinha achado nada que gostasse, mas dei uma nova chance.

Não preciso nem dizer que foi um DESASTRE. E lembrei da razão de não ter gostado (ai, memória curta hahaha)

Os modelos e vestido que provei eram horríveis, não combinavam em nada, só desfavoreciam meu formato de corpo, pinicavam..eu simplesmente saí de lá tão rápido quanto uma bala em tiroteio.

Aqui não tem nem ensinamento, a não ser: se é cilada, pode correr, Bino!

Tentativa 8: O inesperado pode acontecer!

Parecia coisa do destino, gente.

16:00 de um sábado. Não estava fazendo nada de especial, além de pesquisar algumas coisas de casamento.

Quando, nessas pesquisas, encontrei alguns modelos de um ateliê de vestidos em Pinheiros. Marquei uma visita para aquele mesmo dia, dali a 1 hora, o último horário disponível. Fomos eu, mãe e cunhada. Ela estava para fechar em breve, então, corremos.

Vesti 3 modelos. Um daqui. Nada.

Veste outro de lá. Bonito, mas ainda não…

Quando, de repente, não mais que de repente..


Fonte: Belle Sposa

 

As atendentes começam a me vestir esse modelo.

Esse modelo que me senti noiva pela primeira vez. Que me serviu certinho, tendo que fazer ajustes micros e mínimos. Com renda, com cintura e com a manguinha que eu tanto queria.

Elas mal tinham terminado de colocá-lo.

Eu comecei a chorar. Chorar de emoção. Chorar de besta, mas chorar horrores.

Porque naquele momento, naquela hora tão especial, eu começava a entender aquelas noivas do Say yes to the dress/ O vestido Ideal e da emoção que elas tinham ao provar O VESTIDO.

Eu me senti incrivelmente maravilhosa, sexy, linda, uma verdadeira noiva.

E então? Qual são minhas dicas na hora de você encontrar AQUELE vestido?

 Leve alguém de confiança e minimamente sincera. Não precisa ser que nem minha mãe (que é até demais) mas uma que olhe com os olhos de fora e possa te falar os prós e os contras. Ah, e nã-nã-nã, nem pense em levar um batalhão de gente pra ver vestido com você, ou isso só te deixará mais confusa, palavra de noiva.

 Evite ser afobada que nem eu. Se eu tivesse esperado, não teria gasto com vestido importado. Olhe bem, pesquise, passe por quantas experiências tiver que passar, tenha seu tempo;

 ..Mas não leve tempo demais..Planeje ver entre 4 e 6 meses, prazo máximo para isso. 6 meses é o máximo que a maioria das casas pede para poder ajustar seu modelo (Mas se você encontrar uma que não seja assim, boa sorte!);

 Não se deixe pressionar por “Ah, é só hoje!””desconto imperdível””precinho que se aplica só esse final de semana”! Não estoure seu orçamento.

 Sim, você terá seu corpo analisado. Sim, pessoas vão ver suas celulites e imperfeições. Mas a beleza da vida é essa: São elas que nos fazem únicas, verdadeiras e nos deixam incríveis. Você é única e achar O vestido só vai confirmar que você é linda do jeito que é! Seja feliz, gorda, magra, alta, baixa.. Sinta-se a noiva mais maravilhosa do mundo do seu jeito!

Eu com certeza me senti :) Acho que dá pra ver pelas fotos.

Imagens: Bruno Franco

 

Life | A série documental “O Amor é lindo” estreia dia 10 no GNT

Tem novidade vindo por aí. Dia 10, estreia na GNT a série documental “O Amor é lindo”. Produzida pela Bossa Nova Films, a nova série promete trazer experiências de casais em todo o Brasil.

 

O Amor é lindo

 

Amanhã, às 23h30, o GNT estreia “O Amor é Lindo”. Com produção da Bossa Nova Films e recursos provenientes do artigo 3A, a nova série documental, que vai ao ar às sextas-feiras, relata as expectativas e reflexões sobre dois momentos fundamentais num relacionamento amoroso: o casamento, com a promessa do “felizes para sempre”, e as bodas que, independentemente do tempo de vivência do casal, confirmam os primeiros votos e celebram a fé e o esforço de manter o casamento apesar do cotidiano, muitas vezes, desgastante.

Dentre as histórias, tem a de Sônia e Moacir, um casal que se conheceu aos treze anos e, desde então, são o primeiro e único amor um do outro; a de Célia, 25 anos mais velha que sua companheira Ligia; e a de Laís e Rafael, que passam bem longe do “amor à primeira vista” depois de tantos encontros e desencontros.

o amor é lindo

Imagem: Thiago Lucena

“Esse é um projeto pelo qual temos muito carinho. Nasceu de uma vontade de falar de amor, do que une as pessoas e as mantém unidas, apesar dos pesares. Talvez esse seja um momento oportuno, porque precisamos mesmo falar de amor em tempos de tantas incertezas e dificuldades como os de hoje”, conta Mariana Koehler, diretora artística do GNT.

O assinante do GNT ainda pode acessar toda a programação do canal no Globosat Play. O serviço de TV Everywhere disponibiliza os conteúdos dos canais Globosat sem custo extra – na SmartTV, no computador ou em aplicativos para celulares e tablets. Os conteúdos também podem ser assistidos através dos serviços sob demanda das operadoras: Net NOW, Vivo Play, e Oi Fibra.