Elopement Wedding na Grécia & Por que casar fora do Brasil?

Como é bom voltar a escrever por aqui. Depois de um tempo afastada para lançar meu projeto desenvolvido para fornecedores do universo casamenteiro, volto ao Casarei com esse elopement wedding na Grécia de tirar o fôlego. Os clicks são do belíssimo casal Natália e Tiago que arrasaram na escolha do cenário para trocar alianças!

Há alguns anos, até comentei por aqui que meu sonho era casar em terras gregas! Ainda não aconteceu, mas ainda não desisti rsrs. A esperança é a última que morre. Acho que vou lançar a campanha #12anosétempodemaisparaestarnoivaeaindanãotercasado rsrs. Será que o namorido entendeu a indireta? rsrs

Mas vamos ao que interessa, não é mesmo? Quero contar um pouquinho da história do casal para você. Acredite, eles se conheceram na balada! Quem disse que baladinha é só pegação está muito enganada rsrs.

elopement wedding na grécia

 

A história que antecede o elopement wedding na Grécia de Natália e Tiago

 

Tudo começou em 2010, quando Natália e Tiago se encontraram numa balada na Lapa. Sabe aquela velha história de trocar telefone e o boy nunca mais entrar em contato? Pois é, é isso que normalmente ocorreria, porém Tiago, não deixou a bela escapar. No domingo, já a chamou para sair e já adotou o apelido de namorada. Como assim? A Natália nos conta melhor!

Nos conhecemos no dia 10/4/2010 numa balada na Lapa, depois desse dia não nos desgrudamos. Me lembro que no domingo eu pensei: esse garoto nem vai me procurar mais, sabe como são esses “encontros de balada né”, rsrs. No domingo ele me chamou pra sair e me apresentou pra todo mundo como namorada, fiquei surpresa mas ainda assim não levei muita fé. Na segunda saímos novamente, na sexta, no outro sábado e assim por diante. Engraçado que somos completamente diferentes, ele ama pagode e eu sertanejo, ele é largado e eu mega organizada, ele gasta dinheiro e eu junto moeda pro cofrinho, rsrs, mas a verdade é que entre nós o amor e a vontade de ficarmos juntos sempre nos uniu. Durante esses 9 anos chegamos a nos separar e ficamos dois anos longe um do outro, ele teve a oportunidade de conhecer outras pessoas assim como eu também. Coube ao destino cuidar desse reencontro, de forma madura e com a certeza do que queríamos para o futuro. Deixamos de lado os defeitos, passamos a aceitar as diferenças um do outro e tão logo tínhamos voltado pensamos em dar um passo à frente com o casamento“.

elopement wedding na grécia

 

O pedido de casamento

 

E quem disse que o destino não move montanhas para que as coisas aconteçam como deve ser, não é mesmo? Durante o noivado, o casal acabou se separando. Coisas da vida, sabe como é, né? Porém, o desentendimento que os fizeram separar não foi forte o suficiente para que o destino desistisse de juntar os dois.

Chegamos a noivar no passado, mas nos separamos e acabamos com o noivado. Acho que não vale nem mencionar essa parte. Quando reatamos sentimos que era hora de dar um passo à frente e decidimos de comum acordo fazer o casamento. Eu sempre tive o sonho de conhecer  a Grécia e, como meus pais são falecidos, não queria festa porque não teria sentido fazer uma comemoração sem a presença deles. Por isso optamos por fazer algo intimista, simples e do nosso jeito. Sobre o casamento eu confesso que nunca pensei em me casar na Grécia, mas hoje tenho a certeza de que fiz a melhor escolha. Além de ter sido uma experiência maravilhosa e pra lá de romântica, o investimento valeu muito a pena porque aproveitamos a viagem para nos casar e curtir logo a lua de mel. Ficamos 15 dias na Grécia. Passamos por Atenas, Santorini, Mykonos e Zakynthos“.

elopement wedding na grécia

 

O casamento

 

A Natália também contou para a gente um pouco sobre o casamento. vale muito a pena ler o relato, ainda mais se você se casará fora do Brasil.

Os preparativos foram “bemmmm” em cima da hora, mas nada que a equipe TOP da @casamentoemsantorini e a @luana_sarantopoulos não pudessem dar conta da missão. Minha exigência a princípio foi o local. Quando entramos em contato já em fevereiro o hotel  não tinha mais vaga, duas semanas depois a Lúcia, integrante da equipe me deu a boa notícia de que tinha conseguido uma vaga, acho que um encaixe para o dia 12/6. Eu não pensei duas vezes, achei uma feliz coincidência ter sido justamente no dia dos namorados aqui no Brasil. Na verdade, eu queria muito que tivesse sido no dia 15/6 que seria a mesma data de casamento dos meus pais, mas como dava num sábado seria inviável, tendo em vista a alta temporada de casamentos na Grécia durante o verão europeu.

Tiago deixou tudo por minha conta, vez ou outra participava de um detalhe, mas em momento algum se apôs às minhas escolhas. Vale ressaltar que a contratação do cerimonial  > local < fez toda a diferença. A Luana Sarantopoulos, diretora da @casamentoemsantorini é brasileira, mas mora há anos na ilha e conhece cada lugar como a pão da mão. Tem know-how, conhece bem o perfil das noivas brasileiras e tem se destacado cada vez mais no segmento. A equipe também dispensa comentários, todas muito atenciosas e cuidadosas a cada detalhe. Me ajudaram, inclusive, com coisas da viagem. Trocamos centenas de e-mails e nos falávamos por telefone com frequência, não houve um momento sequer em que eu não me sentisse cada vez mais segura. Somado a isso elas têm uma gama de fornecedores também com expertise no ramo, o que facilita qualquer decisão.

elopement wedding na grécia

 

A organização

 

Toda a organização ficou por conta delas, não tive trabalho com absolutamente nada. Um dia antes do casamento fizemos uma reunião presencial para repassarmos tudo com a certeza de que nenhum detalhe tivesse passado despercebido. Elas foram impecáveis, em todos os sentidos e tenho muito orgulho de indicá-las com os olhos fechados pra quem quiser um casamento dos sonhos na ilha grega do vulcão. Outro detalhe bacana é que, apesar delas oferecerem pacotes com “valores previamente estabelecidos” isso é algo completamente flexível. Eu por exemplo, escolhi flores que não estavam no pacote, paguei a diferença e elas conseguiram as flores que eu queria. Na verdade, esse é só um dos exemplos entre tantos outros. A equipe ama o que faz e isso se reflete no trabalho que executam. Por fim, não poderia deixar de dar uma informação extremamente importante, principalmente para as brasileiras que têm intenção de fechar um casamento com o fornecedor “cerimonial” de fora.

Na ilha de Santorini a fiscalização do ramo é rigorosíssima, muitas pessoas lá se vendem como wedding planners quando na verdade têm empresas de fachada, não cumprem seus compromissos de acordo com a legislação local e isso é um tipo de informação que as noivas não têm conhecimento, por isso acabam fechando com “picaretas”. Muito cuidado com isso, todos nós trabalhamos e investimos na realização de um sonho, ninguém quer ser enganado ou passado pra trás. A Luana é a única devidamente regulamentada e que se encaixa em todos os quesitos para um trabalho correto na ilha e ela só conseguiu isso depois de muito esforço, mesmo diante de toda a burocracia. Minha indicação é: procurem conhecer a fundo quem são os “verdadeiros profissionais” que serão os responsáveis para que o seu dia seja inesquecível. Nada pode dar errado, então vale pensar sobre correr ou não riscos.

elopement wedding na grécia

 

A cerimônia

 

Quanto aos momentos antes da cerimônia, Natália e Tiago estavam bem tranquilos. Segundo a Natália, “como já estávamos hospedados no hotel foi mais fácil. Tiago optou em descansar e eu, acredite, fui bater perna em Oiá, bairro super badalado de Santorini. Cheguei já na hora de me arrumar. Almoçamos juntos e nos despedimos já ansiosos. O primo do meu esposo fez cia pra ele, enquanto a esposa dele, Júlia, fez cia pra mim me ajudando com todos os detalhes“.

 

O vestido de noiva, a grinalda e a roupa do noivo

 

O que dizer do vestido de noiva da Natália? OMG, ele é lindo!

O meu vestido foi da marca Ido Concept. Elas são focadas em vestidos pré-weeding. Como já seguia a marca e gostava do estilo acabei escolhendo um modelo com decote em “V”, aplicação de flores, costas “peladas” e alças em madrepérola. A minha dica é, existem vestidos maravilhosos no mercado, com preços e gostos para os mais variados estilos, eu mesma cheguei a experimentar vários mas, seja ele como for, o importante é você vestir e sentir que aquele será o modelo do seu grande dia, é quase um “encontro perfeito” a gente sente e tem a certeza logo quando veste“.

Sobre a grinalda, elas nos contou:

Como eu queria um brinco de pérola e até então não tinha achado, acabei ganhando um de surpresa da filha da minha madrinha que considero uma irmã, Danielle do Amaral Thomaz Telles e um solitário lindo da minha madrinha Maria Rita Thomaz. Os presentes simbolizaram, não só a presença delas e de toda a minha família naquele momento, como também representando meus pais. Foram, sem dúvida, presentes que me marcaram muito, principalmente porque, depois do falecimento dos meus pais, são eles a família em quem eu sempre pude e agora mais do que nunca confiar. Além disso, também queria mencionar um outro presente que ganhei antes mesmo que eu tivesse tempo para providenciar, uma medalhinha de prata com a fotografia dos meus pais para que eu pudesse homenageá-los nesse momento tão importante da minha vida, presente esse dado por uma amiga, Rafaela Lobo“.

Já a roupa do noivo, a única certeza era o azul clarinho, uma cor que adoro para casamentos diurnos.

A roupa não foi de marca, minha prioridade foi apenas com relação à cor, pensei num tom azul clarinho pra combinar com a paisagem. Eu escolhi tudo. Os sapatos sim, foram do estilista Ricardo Almeida“.

elopement wedding na grécia

 

A decoração e o local do elopement wedding na Grécia

 

A escolha do lugar da festa é muito importante. Ele precisa ser adaptável para ficar exatamente como o casal sempre sonhou!

O local foi amor à primeira vista, dispensa comentários, mais perfeito impossível! Hotel Andrômeda. A hospedagem foi lá também, tudo incrível, serviço impecável e lugar mágico“!

Para a noiva, o rosa e as peônias não poderiam faltar!

Como se tratava de uma cerimônia intimista não tivemos muitos detalhes para decidir, no entanto, todas as minúcias foram cuidadas com muito carinho pela equipe TOP da @casamentoemsantorini. Apenas pedi que usassem flores no tom de rosa e incluíssem peônias na decoração porque é uma flor que eu amo. Elas atenderam perfeitamente às minhas solicitações“.

elopement wedding na grécia

elopement wedding na grécia

elopement wedding na grécia

 

As fotografias do casamento

 

Sei que você já deve estar cansada de ler isso, mas a fotografia de casamento é uma das únicas lembranças que são tocáveis e que perdurarão com o tempo. Por isso, sempre insisto dizendo para todas as noivas aqui do blog que esse é um dos fornecedores que não se pode economizar.

“Não usamos # porque no dia apenas publicamos nos stories e, naquela adrenalina acabei esquecendo porque praticamente fui fazendo repost das homenagens que recebemos. Os cliques foram feitos pelo melhor fotógrafo de Santorini, Kostas Voul (@kostas_voul) da empresa @lifeclicks_studio. Estou apaixonada por todos os registros do casamento”!

 

A Natália nos contou todos os detalhes do seu grande dia e não poderia encerrar o nosso bate papo sem uma dica especial para você que está prestes a se casar:

“Tudo é possível com planejamento e prioridades. Meu lema é: decida onde quer chegar e não pare até conseguir”!

elopement wedding na grécia

Por que casar fora do Brasil?

 

Vendo as fotografias e o relato da Natália é muito fácil entender o porque casar fora do Brasil é uma opção maravilhosa e que tem ganhado o coração das noivas. O local, o fato do casamento ser intimista, de ser como você sempre sonhou com o mesmo ou até um custo menor do que se fosse realizado em solo nacional, o fato de ser só você e ele/a, o sentimento, a magia… São esses detalhes que fazem o coração bater mais forte e fazer com que os casais decidam trocar as alianças em um lugar diferente.

Se vale a pena? Bom, acho que a Natália deixou isso bem claro, não é mesmo? rsrs

elopement wedding na grécia

Ficha técnica

♦ Cerimonial e Assessoria: @casamentoemsantorini @luana_sarantopoulos

♦ Local da Cerimônia : @andromeda_villas

♦ Coordenação: @redknotweddings

♦ Decoração: @montagosantoriniflowers

♦ Fotografia e filmagem: @lifeclicks_studio

♦ Vestido de Noiva: @ido.concept

♦ Cabelo: @mariannanomikou

♦ Maquiagem: @eleniiliop

♦ Acessórios: Vivara e Monte Carlo

♦ Sapatos do noivo: Ricardo Almeida

♦ Alianças: Monte Carlo

♦ Hotel da noite de núpcias: @andromeda_villas

♦ Lua de mel: Santorini, Grécia

 

Destinos | Lua de Mel na Oceania & Venha suspirar e se inspirar

A Oceania é um continente repleto de paisagens de tirar o fôlego. Composto por Austrália, Nova Zelândia, Polinésia Francesa e Ilhas Fiji, é difícil escolher um único lugar e uma única paisagem como a favorita! Mas uma coisa é certa, passar a lua de mel na Oceania é definitivamente um sonho!

Austrália:

o maior país da Oceania, é sem dúvida um dos destinos mais cobiçados pra quem quer desbravar o menor dos continentes. Conhecido principalmente por suas lindas praias, o país vai muito além disso, proporcionando aos seus visitantes lembranças e experiências únicas.

– Sydney:

com mais de 4 milhões de habitantes, é cidade mais populosa da ilha, e é também um dos destinos prediletos para mutos de seus turistas. Os destaques ficam por conta da vida noturna intensa, belíssimas praias, e inúmeros pontos turísticos, tais como:
– Opera House,
– Sydney Aquarium, (que no dia dos namorados, vira um restaurante exclusivíssimo) foto logo mais abaixo
– Wild Life Sydney Zoo
– Royal Botanic Garden Sydney

Mas não se enganem a Oceania é muito mais do que apenas a Austrália, como veremos mais abaixo.

Imagens: Pinterest

– Praia Whitehaven:

A Austrália também é berço de uma das praias mais lindas do mundo, a Whiteheaven Beach.  Ela faz parte do famoso arquipélago das Whitsundays, que é composta por 74 ilhas que estão localizadas entre a costa nordeste de Queensland e a Grande Barreira de Corais.

É aquela típica paisagem que parece ter saído de um quadro. Sabe aquele mar de águas azuis turquesa e quilômetros de areia branca?

Só é possível chegar a praia de hidroavião ou de barco.

Outros locais que merecem muito a visita: Grande Barreira de Corais, Ilha Fraser, Great Ocean Road, Melbourne, Ilhas Whitsunday em geral, Baía de Hervey, Byron Bay e Hamilton Island.

Lua de mel na oceaniaLua de mel na oceania

Imagem: Queensland | Alliance Board

Mas como veremos mais abaixo, para aproveitar 100% da sua lua de mel na Oceania, vale a pena conhecer outros países, afinal de conta, já que resolvemos ir para tão longe, vamos aproveitar cada segundo, não é mesmo?! Rsrsrs.

Nova Zelândia:

Não é só de geleiras que é feita a Nova Zelândia. Outras paisagens também tomam conta do país.

– Cathedral Cove:

Considerada uma das praias mais belas da Nova Zelândia, e também da Oceania, Cathedral Cove parece não pertencer a esse planeta. Um arco de pedra gigantesco, formando um túnel, liga duas faixas de areias brancas e fofas. Ao fundo? Um mar de um azul único.

Localizada em uma reserva marinha, só é possível acessá-la a pé. A caminhada leva cerca de 1 hora e de nível fácil. Na trilha, é possível parar para admirar outras duas baías, Gemstone e Stingray.

lua de mel na oceania lua de mel na oceania

Imagem: Nico Babot | Reprodução

– Waitomo:

Essa minúscula cidadezinha famosa por suas cavernas é perfeita para quem ama uma aventura. Essas cavernas abrigam a espécie Arachnocampa luminosa, responsáveis pelo brilho em meio a escuridão. A iluminação é de um azul tão perfeito que não parece real.

Entre as 300 cavernas localizadas na cidadela, três são as mais famosas e de parada obrigatória: Waitomo Glowworm, Ruakuri e Aranui. Visitá-las é uma experiência mágica.

Outros destinos para visitar: Rotorua, Taupo, Milford Sound, Abel Tasman, Queenstown e claro, a geleira Franz Josef.

lua de mel na oceanialua de mel na oceania

Imagem: Reprodução

Polinésia Francesa:

A Polinésia Francesa é lar de pequenos paraísos na Terra. O paraíso mais conhecido é Bora Bora. Um local para relaxar e elevar a vitamina D.

– Bora Bora:

Quando falamos em Polinésia Francesa, Bora Bora é o destino que primeiro vem a cabeça. Considerado o lugar mais romântico do mundo, é um dos destinos mais procurados para a lua de mel e destination wedding.

O tom azul de suas águas é surreal. Seu mar calmo, suas areias branquinhas são atrações inigualáveis. Apesar de ser habitada por apenas 9 mil pessoas, Bora Bora é berço de resorts 5 estrelas que garantem luxo e conforto aos seus hóspedes.

lua de mel na oceania lua de mel na oceania

Imagem: Tahiti Tourisme

– Papeete:

A capital não é menos atrativa. Apesar de não ser a pérola da Polinésia, como o destino anterior é conhecido, Papeete oferece a agitação de uma cidade grande. Lojas, mercados, vida noturna e as mais temidas ondas de surf são encontrados ali. Tanto que uma das etapas do WCT, circuito mundial de surfe, acontecem na capital.

Outros locais para visitar: Taha’a e suas pequenas ilhotas.

lua de mel na oceania

Imagem: Artigolândia

Ilhas Fiji

Ilhas Fiji é o primeiro país do mundo em que o dia se inicia. E quando se está por lá, a gente não vê a hora do dia começar para desbravarmos suas paisagens.

– Suva:

A capital é belíssima e possui joias que merecem ser visitadas. O Museu Fiji e os inúmeros edifícios coloniais são algumas delas, assim como o Mercado Municipal e a Catedral Católica Romana (1902).

lua de mel na oceania lua de mel na oceaniaq

Imagem: Mormon News room | Fiji Highcom

– Mamanuca:

As Mamanucas são um pequeno conjunto de ilhas localizadas junto à costa ocidental de Viti Levu e de acesso fácil por barco a partir de Nadi. Dona de recifes maravilhosos e peixes coloridos, é perfeita para quem ama mergulhar.

Suas águas claras e areias brancas são um convite para curtir o sol e relaxar a beira mar.

Outros lugares para conhecer: Sigatoka, Nausori Highlands, Viti Levu e Nadi.

lua de mel na oceania lua de mel na oceania

Imagem: Tourisme Fiji | Knight Frank

Como vocês puderam conferir acima, passar lua de mel na Oceania pode ser uma escolha perfeita, já que há um universo de belezas naturais e opções dos mais variados tipos, para os mais variados gostos.

 

Destino | Tudo sobre lua de mel em Tulum

Destino | Lua de mel na Jamaica & Um sonho!

Destino | Lua de Mel em Ipoh, Malásia & Imperdível

 

Igrejas absolutamente fenomenais

Igrejas. Não são todos os casais que optam por selar seus votos matrimoniais em “solo sagrado”, rsrs, mas muitas e muitas de nossas leitoras não abrem mão de casar dentro dos templos de sua respectiva religião. E as opções são inúmeras. Claro, existem aquelas mais requisitadas, como a Paróquia Nossa Senhora do Brasil, uma das igrejas mais concorridas do, por que não dizer “Continente”.
O post de hoje, vai trazer para vocês algumas dessas maravilhas, mais precisamente seus interiores. Elas espalhadas pelos quatro cantos do mundo.
Espero que vocês gostem!

 

 

Casamento Real | A noiva de sapato amarelo & Um casamento de verão

Eu amo casamentos que são a cara do verão! Eles costumam ser lindos e vibrantes e quando envolvem uma noiva de sapato amarelo… OMG! Acho que não tem cor que combine mais com esse tipo de enlace do que essa. Concorda?

sapato amarelo

 

A noiva de sapato amarelo & Um casamento de verão

 

Quando falo em casamentos coloridos ou vibrantes, não falo daqueles que usam cores mais fortes como paleta principal. Na verdade, acho que tons assim deveriam ser usados apenas para os detalhes e nunca em grandes quantidades. Isso para que a decoração e o ambiente não fiquem sobrecarregados.

Creio que foi por isso que achei esse casamento uma bela referência para você que pretende casar no verão.

O que eu mais gostei? Dos arranjos tropicais, do sapato amarelo da noiva e dos vestidos rendados das daminhas.

Mas acho que melhor do que ficar escrevendo é mostrar para você, certo?

Suspire e inspire-se!

pajens e daminhas noiva de sapato amarelo buquê tropical first look casamento de verão casamento de verão casamento de verão

Imagem: One Love Photo

 

Casamento de verão ao ar livre

Casamento de verão

Pins da Semana | Casamentos de verão & Decorações lindas

 

Posts anteriores